Toshyro Inovação e Tecnologia

7 benefícios da automação logística para indústrias

7 benefícios da automação logística para indústrias
Sobreposição estática
Fazemos o ERP Datasul trabalhar para você

Os maiores objetivos da automação logística são qualificar ao máximo os processos, aumentar o controle sobre eles e dar mais capacidade à gestão do setor de impactar positivamente na empresa. E quando essas metas são alcançadas, tornam-se também benefícios gerados pela aplicação da tecnologia.

Cada possível benefício é um bom motivo para investir em automação, integração, análise de dados, processos inteligentes e outras mudanças e melhorias baseadas em softwares e hardwares especializados.

E se você ainda tem dúvida de que deve dar mais atenção à automação da área, veja neste post 7 benefícios dos quais nenhuma empresa ou departamento pode abrir mão.

1. Redução de custos

A operação logística, mesmo que complexa, pode ter despesas reduzidas com a modernização de processos pela atribuição de produtividade e agilidade a eles e pela qualificação da tomada de decisão do setor. Isso porque substituir procedimentos manuais e obsoletos por outros automáticos e modernizados evita retrabalhos e diminui o número de pessoas necessárias para a operação.

Por exemplo, um software de roteirização otimiza o trabalho de coletas e entregas feitas pela empresa com frota própria. E o planejamento das rotas feito pelo setor acaba sendo um trabalho mais rápido e assertivo.

Caso a companhia terceiriza fretes, precisa controlar os valores deles. Para isso, uma ferramenta de gestão de custos de frete tabela automaticamente os orçamentos recebidos dos prestadores junto às rotas que se referem aos valores. Assim, facilita ao setor a tomada de decisão visando o melhor custo-benefício em cada ocasião.

2. Redução de erros

Lidar com muitos números no dia a dia e com grande volume de tarefas manuais aumenta as chances de ocorrerem de erros. Outro fator que pode aumentar a quantidade de equívocos é a falta de integração entre processos automatizados.

Com a automação logística, tarefas que eram concluídas lenta, burocrática e individualmente rodam conectadas em plataformas que as concluem mais rapidamente e sem chances de cometimento de erros, ao que seres humanos estão sujeitos quando trabalham com grandes demandas.

3. Centralização de dados

Dados atendem a necessidades como:

  • análises gerenciais;
  • consultas de informações;
  • conferências;
  • uso de informações em rotinas de setor;
  • decisões.

Por isso, eles precisam ser exatos, estarem sempre à disposição e se encontrarem organizados e centralizados. Quando isso não ocorre podem ocorrer problemas como duplicação de dados, não localização deles ou registros equivocados. E qualquer um desses problemas, e outros possíveis, prejudicam o uso da informação para finalidades como as citadas.

Por isso, além de automatizar, também é interessante encontrar formas de centralizar e integrar o fluxo de dados. Uma forma de fazer isso é com soluções integradas ao ERP da empresa, que aumentam a abrangência e o número de funções da ferramenta — elevando o retorno sobre investimento no software de gestão.

4. Aumento da satisfação dos clientes

Com a gestão de custos de frete entregando o maior custo-benefício possível nas entregas, os produtos acabados chegam mais baratos aos clientes. Com um planejamento de rotas mais eficiente e inteligente, as entregas são finalizadas mais rapidamente. Dando a opção de os clientes rastrearem seus pedidos, eles sentem mais segurança no processo logístico da empresa.

Ações e funções como as proporcionadas pela automação logística permitem ao negócio prestar um serviço logístico melhor aos clientes, o que os deixa mais satisfeitos. Consequentemente, torna-se mais fácil fidelizá-los.

5. Redução de riscos operacionais

Pela complexidade, a operação logística envolve riscos durante as suas etapas, mas que podem ser monitorados e até eliminados por meio da tecnologia. Alguns desses riscos estão associados a pontos como prazos das entregas, segurança em deslocamentos e cuidados com questões legais e tributárias do processo logístico.

Com uma visão mais ampla sobre o todo do setor e um controle mais exato, próximo e automático de cada tarefa, erros são evitados, os devidos cuidados são tomadas e os fluxos de trabalho acontecem de maneira mais inteligente.

6. Qualificação das análises de desempenho

O que as ferramentas de automação logística têm em comum é o fato de gerarem grande volume de dados sobre processos, ativos, profissionais e o emprego de recursos diversos em rotinas da área. E toda essa informação é valiosa para o monitoramento de performance da equipe e do trabalho.

Muitos desses dados são indicadores de sucesso para a logística ou servem para a leitura de um ou mais indicadores. Eles traduzem números e fatos para o gestor ter uma visualização exata do ambiente, ajudam em decisões e baseiam mudanças, correções e implementação de melhorias.

7. Gestão mais estratégica e benefícios para outros setores

Informatizando a maioria das tarefas logísticas, menos tempo é gasto para a conclusão delas e a equipe pode se dedicar mais ao lado estratégico da operação e às tarefas que geram mais valor à empresa e aos clientes. E os benefícios gerados para o setor em si podem ser estendidos a outros departamentos.

Por exemplo, alguns fretes podem servir para buscar insumos adquiridos, com a empresa realizando parte do trabalho de sua própria supply chain. Logo, a cadeia de suprimentos da produção é beneficiada por uma operação logística mais qualificada.

O mesmo pode ocorrer com o comercial, com profissionais de vendas podendo oferecer mercadorias em prazos mais curtos ou à pronta entrega por terem apoio de um processo logístico robusto e confiável, que facilita o fechamento de negócios.

Agora que você viu motivos para levar muito a sério a automação logística, precisa saber especificamente como e quando aplicá-la nos fluxos de trabalho da área. Então, aproveite outro conteúdo aqui do blog e veja detalhes de sete ferramentas de logística importantes para o setor e que podem gerar os benefícios que abordamos neste texto.